“Queria que o Hospital nunca perdesse essa essência”

22/02/2021

Winycios de Sousa, 19 anos, é atendido desde 2014 pelo Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) – como passou por transplante renal, continua acompanhado pela equipe do HCB. Estudioso, ele sempre quis se dedicar à escola como outros meninos de sua idade e viver bem com a doença renal – tema do Dia Mundial do Rim (11 de março) em 2021.

Estudante de saúde coletiva na Universidade de Brasília (UnB), ele se inspirou no Hospital para a escolha do curso: “Fui muito bem acolhido no HCB, o espaço é diferente — na verdade, aqui não parece um hospital. Eu vinha três vezes por semana, então me sentia em casa. Por conviver bastante no espaço hospitalar, eu gostaria de trabalhar nessa área — meu sonho é me formar e poder retribuir tudo o que o HCB já me proporcionou". Leitor dedicado, o adolescente gosta de livros sobre psicologia e referentes à saúde coletiva. "Eu gosto muito de estudar. Como eu também sou atendido pela psicologia do HCB, essa é uma área que desperta o meu interesse", diz.

Acompanhado pela equipe de nefrologia pediátrica, Winycios passou por um transplante renal em 2017. "Minha mãe me acordou e disse: 'Seu rim está esperando por você!'. As sessões de hemodiálise, para mim, eram muito puxadas. Quando minha mãe me disse isso, eu fiquei totalmente sem palavras para expressar o que eu sentia", explica.

Outra experiência marcante no HCB para ele foi o início do acompanhamento com médico pediátrico especialista em Dor. Ao começar o tratamento nessa especialidade, ele pôde realizar um de seus maiores desejos: se dedicar à faculdade.

"Eu finalmente conheci alguém que realmente poderia tratar da forte dor que eu sentia. O médico me ouviu, me entendeu e o mais importante: possibilitou que eu continuasse os meus estudos. É que, por mais que eu tivesse passado na prova para entrar na faculdade, eu não conseguiria frequentar, por causa da dor. Ele passou os remédios necessários para o tratamento e permitiu que eu estudasse", explica.

Segundo Winycios, o bom humor dos funcionários do HCB e a qualidade do atendimento chamam atenção. "Eu queria que o Hospital nunca perdesse essa essência", afirma.

 

Texto e fotos: Giovanna Coelho
Edição: Carlos Wilson
Gerência de Comunicação: Ana Luiza Wenke